quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Enigmas da Cris Videos Playlist

Welcome,Native Indians

Sejam Bem Vindos Amigos(as)!!!
Como de certeza,já repararam,tenho distribuido e-books(que descubro na Net),pelos meus diversos artigos,assim,para além dos que escrevo,podem aprofundar mais um pouco os temas que mais lhes interessam...Quero que este Blog seja bem instrutivo e agradável,pois "O Saber Nunca Ocupa Lugar!!!".
Agora,partilho aqui,o meu Widget de vários Videos muito interessantes,de diversos temas,muitos dos quais,já falei e outros que ficam por falar no futuro...Todos os direitos são reservados aos seus autores.Divirtam-se e um resto de Boa Tarde!!!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

O Túmulo KV 55

Arqueologia

O túmulo,conhecido como o 55 KV representa a sua posição,seguido do número sequencial em que foi encontrado,e apesar de ser um dos menores túmulos sem qualquer valor arquitectónico ou artístico,e ter aparecido praticamente deserto de tesouros (ou informação útil para esclarecer alguns dos capítulos da história),é uma das maiores dores de cabeça para muitos arqueólogos,em várias circunstâncias que o tornam único,como o facto de que ele foi encontrado por Davis,um escavador de tesouros ávido,que abre a porta que havia sido fechada pelos guardiões da necrópole na antiguidade,e o seu interior fora preenchido com entulho.Dentro da sala aparecem vários personagens reais da dinastia XVIII,juntamente com um caixão sem qualquer item que pudesse dar alguma pista sobre a identidade da múmia que continha.
Muito tem sido escrito a partir de diferentes perspectivas,sobre esta Tumba,e fornecendo várias teorias,o mais difícil de provar cientificamente(devido ao mau estado de conservação de alguns elementos chave trancados dentro do túmulo e do trabalho árduo),é a sua antiguidade,pois foi apagada qualquer pista que pudesse levar a que se percebesse,realmente,o que aconteceu dentro dela.

Arqueologia

Se há um elemento realmente intrigante no túmulo,é o caixão e a múmia que foram encontrados.Á primeira vista este caixão,foi criado num estilo bastante incomum e possuía uma série de manipulações,os especialistas calculam que,este,passou por uma transformação e reutilização.
Os objectos encontrados no túmulo eram muito escassos e de diversas origens,mas tinham em comum,o pertencer a membros da família real Amarniense.Primeiro,apareceu vários selos de argila quebrados com o nome de Tutancâmon,que também firmou que o túmulo foi selado durante o reinado do faraó. Os quatro vasos mágicos, colocados nas sepulturas, como parte do ritual do enterro, e são distribuídos com base nos quatro pontos cardeais, pertencia ao rei Akenaton.Na pequena câmara esculpida na parede oeste,uma representação de mulher com uma peruca típica do período Amarna muito semelhante ao do caixão, mostrava a ligação, embora não se saiba o nome dela...talvez Kiya,a mãe de, Akenhatón,o uma esposa,ou outra ligada com Tutancâmon.

Arqueologia

Conclusão;

A KV 55 permanece em aberto, como se fosse uma descoberta realizada ontem, rodeado por questões não respondidas, e as teorias variam. Tudo nele é cercado por um halo de mistério que nos leva a pensar que algo muito incomum aconteceu ao seu redor. Estamos diante de um túmulo que nunca foi utilizado para os fins normais,de um túmulo, cujo ocupante permanece no mais profundo anonimato, procurou e conseguiu destruir a sua memória com uma violência brutal,em que absurdos foram peneirados sobre ele,no mistério e na escuridão.
É possível que estudos futuros, tais como restos humanos encontrados na mesmo,ou que alguns itens possam voltar para as mãos dos cientistas,e esclarecer algumas dúvidas sobre este hipogeu e, finalmente,podermos dizer que estamos perante a múmia de Akhenaton,um rei da história do Egipto faraónico mais original,um visionário,um tirano para os outros, e confirmar a sua paternidade em relação Tutancâmon.

O Mistério do Massacre Maia

Americas

Uma vala comum com mais de 50 corpos com sinais de terem tido uma morte excruciante, tem sido investigada pelos especialistas,há alguns meses.Os corpos,enterrados com ornamentos reais,foram vítimas de uma violência cruel,disse Arthur A. Demarest, arqueólogo que passou quase uma década trabalhando em escavações no local.
Segundo o especialista,a maioria dos corpos enterrados,entre os quais incluem homens,mulheres e crianças,morreram com a cabeça para trás e com uma lança no peito, acima da espinha.
"Pode-se encontrar prisioneiros de guerra decapitados,mas não há execuções em massa como neste caso",disse Demarest,à BBC.Os vencedores na guerra Maia,disse Demarest,"conquistaram o lugar e normalmente,colocaram alguém no trono e levantaram alguns monumentos para vangloriar-se do que eles tinham feito."No entanto,quem ganhou Cancun acabou por sair.Como resultado,a cidade de repente perdeu o seu estatuto como posição-chave ao longo do rio Pasión,considerada vital para o povo Maia.
O colapso de Cancun levou á queda de outras cidades ao longo do rio.No entanto,o especialista lembra,que a queda de Cancun não deve ser considerado o gatilho para o colapso da civilização Maia,mas que ela pode ser tratada,como um "sintoma" das forças que eliminaram os Maias.

Americas

As conclusões do trabalho do arqueólogo,financiado pela National Geographic e da Universidade Vanderbilt,foram liberadas e ainda não passaram pela vistas de outros especialistas.Muitos citaram evidências geológicas para argumentar que a civilização Maia,morreu após uma devastadora fome causada pela seca e destruição massiva das florestas.
"É muito suspeito e muitos não esperavam encontrar nada",disse Demarest, descrevendo como sua equipa"tropeçou"na vala comum durante uma escavação de rotina de uma lagoa na base de um palácio.Agora,o especialista espera que os restos forneçam muitas pistas sobre como os Maias viveram.
Os corpos,disse o especialista,estão muito bem preservadas.Durante séculos,foram conservados na lama da lago e regados por uma nascente.As jóias preciosas sugeriram que as vítimas pertenciam à nobreza." Mas ainda resta a dúvida sobre quem os matou e por quê.
"É um pouco como um mistério de Agatha Christie.Há simplesmente demasiados suspeitos",disse Demarest,argumentando que a explicação mais plausível é que os autores eram de uma tribo das montanhas,possivelmente relacionada à de Cancun através de um casamento.

A Lança de Longinus

Biblia
Um dos objetos sagrados do Cristianismo mais cobiçado ao longo da história foi a lança da Longinus...
A sua história está ligada a Poderes pressupostos como prémio para quem a tivesse em seu poder,e onde o Destino parece ter colocado nas mãos de figuras como Constantino,"o Grande", Carlos Magno e Hitler.
Realmente o tema das relíquias é um capítulo especialmente sangrento na história do cristianismo,embora no início os cristãos primitivos não previam o culto das relíquias,com um quarto século,foram superados certos tabus e tudo o que estava em ascensão,até ao grande clímax das Cruzadas ou ao limite máximo que envolveram casos como Frederico,"o Sábio", que doou para a igreja de Witemberg cinco mil relíquias realizadas no início do século XVI.
Na Idade Média havia lojas em várias partes do mundo cristão,especialmente na Itália,dedicadas exclusivamente à criação de relíquias,que eram posteriormente vendidas como autênticas e acabaram em mosteiros,igrejas,palácios...e também nas casas de milhares de fiéis que por elas pagavam números astronómicos,em muitos casos.
Não era para menos,já que as relíquia eram mergulhada na santidade e,portanto,força e poder.Talismãs de protecção foram consideradas autênticos,bem como tendo um efeito de cura de muitas doenças,para não mencionar o magnetismo e poder que poderiam dar aos seus proprietários.É claro que havia uma outra poderosa razão para que as relíquias tivessem tamanho mercado;para qualquer comunidade que possuía abundantes"relíquias" a sua manutenção,era garantida,graças às generosas doações dos fiéis e dos senhores ricos.
São de todos os tipos e para todos os gostos.Desde os ossos dos mártires ou partes de corpos mumificados de muitos Santos,incluindo os dentes,passando por algumas cabeças de S.João Baptista,o cabelo de Maria,as gotas de seu leite e todos os tipos de objectos ligados à figura de Jesus.
Certamente há muito que se possa dizer deles,cada um com uma história ou lenda associada,temperado com elementos sobrenaturais.Entretanto,deve-se discutir em detalhe cada um deles,cuja presença ao longo do tempo parece ter sido fundamental em períodos específicos da história...É o que ouvimos da Lança de Longinus ou a Lança Sagrada.
O testemunho evangélico de São João do episódio em que um centurião romano com a sua lança atravessa de lado Jesus,pondo fim à paixão e fazendo o possível para que a profética alusão a que não existisse nenhum osso quebrado,fosse cumprida.A presença de ambos os soldados romanos no Gólgota,como um instrumento de Deus,que tudo previu, torna-se realidade,é crucial,portanto,a Igreja decide santificar St. Longinus.Mas como iremos analisá-lo juntamente com a história e o simbolismo do objecto sagrado de outros como o Graal,a história do Centurião Gaius Cassius Longinus não pode ser contada de forma simples,dado o seu contexto simbólico importante,que complementa o Santo Graal.Assim,tal como o Santo Graal,a Lança Sagrada tem uma história associada com Jesus e tornou-se especial...Foi forjada pelo profeta Phileas e passou pelas mãos de alguns antigos patriarcas Cristãos.A história "oficial" conta-nos como o sangue e a água que fluiu do lado de Jesus curou a cegueira que quase sofreu Longinus,depois a Lança Sagrada foi colectado e trazida em segurança a José de Arimatéia com outros pertences pessoais de Jesus,chegando depois às mãos de Saint-Maurice,comandante da Legião Tebana martirizado juntamente com seus seis mil homens. Supostamente deu a vitória na batalha a Constantino,contra Maxêncio,na Ponte Milvio arredores de Roma.Como foi explicado por Jesus Callejo,há agora quatro lanças Santas,a mais famosa está preservada no Vaticano.A segunda está em Paris,trazida por St. Louis,no século XIII,quando voltou da Última Cruzada na Palestina.A terceira está no Museu Hofburg,em Viena(Áustria),também chamado de Casa do Tesouro,e é a mais fascinante em genealogia,pois pertenceu a Constantino,"o Grande",Carlos Magno, Federico Barbarossa e Hitler.A quarta está mantida em Cracóvia(Polónia),mas é apenas uma cópia do vienense Otto III,quando a deu a Boleslav "O Bravo".

Biblia
A terceira Lança é claramente a mais interessante e sem dúvida a mais antiga, porque,como Eslava Galán disse este é provavelmente "uma Lança pré-histórica da Idade do Ferro,que atinge 30 cm de comprimento.É dividida em duas partes que são unidas por uma bainha de prata.No século XIII, foi acrescentado um prego, supostamente um dos sujeitos a Cristo na cruz.O prego está ligado ao bocal com fios de ouro,prata e cobre.Na parte da alça há duas pequenas cruzes de ouro.A relíquia está num estojo de couro forrado com veludo vermelho."
Aparentemente,esta lança tinha estado nas mãos de Constantino e reapareceu vários séculos mais tarde,nas mãos de pessoas como Alarico,"O Bravo (410 AD),o visigodo Teodorico(452 AD)e Justiniano,e é usada de maneiras muito diferentes,como por exemplo;quando foi nas mãos de Carlos Martel na batalha de Poitiers,no século VIII, onde derrotou os árabes(732 AD).O seu passado como um talismã passou para Henrique, fundador da Casa da Saxónia"e vencedor dos poloneses".Da Saxónia passou a Hohenstauffen da Suábia,e com a qual Frederico Barbarossa conquistou a Itália.
Finalmente a história da Lança de Longinus torna-se ainda mais emocionante quando no século XX termina nas mãos de Adolf Hitler,esotérico.Devemos esta história ao jornalista Trevor Ravenscroft,e ao matemático e ocultista Walter Johannes Stein,que interessados no estudo do Graal e da Lança disseram que conheceram Hitler antes da Primeira Guerra Mundial."E como um resultado directo das investigações conhecemos Hitler,que naqueles dias era apenas um ninguém,que vivia numa pensão,de pouca categoria,em Viena.Durante os quatro anos anteriores à eclosão da Primeira Guerra Mundial,ele,também,tinha descoberto a lenda do destino histórico do mundo,associado á Lança,que se encontrava na Casa do Tesouro dos Habsburgos,e naqueles dias com cerca de vinte anos e sonhou com o dia usaria o talismã na conquista do Mundo", escreveu Ravenscroft.O jovem Hitler após o seu primeiro encontro com ela soube,imediatamente que este era um momento importante da sua vida.Ele descobriu que a sua posse foi associada com um poder que parecia partir do céu,por isso,quando a Áustria foi incorporada ao Terceiro Reich,Hitler ordenou a passagem de Viena a Nuremberga,com o Tesouro dos Habsburgos.Conforme explicA Ravenscroft;"Ele descobriu que a Lança tinha sido a inspiração para a fundação dos Cavaleiros Teutónicos,cuja cavalheiresca,corajosas acções e cujos votos de disciplina irreversível e ascética tinha sido a essência dos seus sonhos de infância."A lança é recuperada pelos Aliados e por fim,apesar do fascínio que sentia por ela,o General Patton,foi devolvida aos seus legítimos proprietários retornando com o resto do tesouro para as vitrinas do museu Vienense Hofbrug.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A Senhora do Mali

Africa

O Djalon,uma base enorme de blocos de arenito,é uma das quatro regiões que dividem a Guiné-Conacri,os outros três ficam à beira-mar(uma das quais que hospeda a capital Conakry),e as outras são planícies ao Norte e colinas a Sudeste,um país com uma área um pouco maior que a Grã-Bretanha.É uma região de clima relativamente frio, onde a precipitação é elevada na floresta,inevitavelmente,reivindicando as suas áreas danificadas com os vestígios do colonialismo e dos tempos modernos, onde as estradas de acesso,incentivam a circulação de passageiros,a penetração da agricultura e a exploração madeireira que ,gradualmente,reduzem a densidade da floresta na região.
O Djalon era o local do povo do Mali,conhecida informalmente como Villa Mali Mali Ville-ou-para evitar confusão com o país vizinho com o mesmo nome. Este é o último ponto de paragem antes de chegar ao nosso destino final,uma valiosa base de operações para os caminhantes de todo o Mundo que se dedicam a explorar e desfrutar das belezas da natureza e da bela paisagem circundante.
Uma vez instalados no acolhedor Mali Ville,na coroa do vasto planalto do Djalon,a cerca de 590 kms. de Conakry,retomamos a nossa viagem de curta distância;sete km. ao norte dessa população ,aguarda-nos o alto monte Loura (ou Tamgué)superior a 1500 metros que imediatamente se percebe á distância.
E a poucos km do Monte,descemos do nosso transporte rústico,e começamos a nossa viagem a pé com curvas de um caminho sinuoso,mas,de repente, vislumbramos na encosta íngreme,uma silhueta inconfundível surgida a partir da rocha(que foi o motivo desta viagem,por meia Guiné);a Senhora,a Rainha,a Deusa,a misteriosa "Senhora do Mali"... Finalmente estamos literalmente a seus pés!!!
É uma visão emocionante,inesquecível;de beleza e majestade serena,mostrando-nos o perfil do seu rosto,com o corpo envolto numa espécie de manto real...
É esculpida em alto-relevo sobre a superfície limpa de uma parede de granito com a cabeça,precisamente detalhada,cobrindo cerca de 25 metros.Mas é evidente o "fracasso" com o resto do corpo,que mostra-nos cada vez menos detalhes.
Segundo a lenda local,a Senhora foi uma mulher infiel a quem Deus condenou, transformando-a numa estátua após trair o marido...algo que parece altamente improvável dado o orgulho e a atitude regea ...
Muitas perguntas se formulam...
Deusa?Rainha?Qual a origem desta maravilhosa mulher cujas características,indo-europeias na aparência,são tão diferente dos grupos étnicos que caracterizam a região?
Quando teria sido esculpida e porquê?
Muitas perguntas e poucas respostas!!!!

Os Palecontactos Com Outros Seres

Europa

Houve palecontactos de civilizações extraterrestres? Algumas teorias afirmam que os seres de outro mundo ajudaram a civilizar o homem primitivo...

Várias teorias criaram uma relação do homem primitivo com seres do espaço,que teriam transferido o conhecimento da agricultura,ciência e viagem transdimensional. As conjecturas são apoiadas em edifícios estranhos,faixas e marcas em cavernas,nos monumentos megalíticos,nas gravuras e pinturas.
Muito se tem discutido sobre a possível visita do nosso planeta,desde as civilizações antigas,de seres de outras estrelas localizadas a milhões de anos-luz(ou muito mais perto do que julgamos...)do nosso Planeta? Algumas teorias dizem que estes seres têm ajudado a civilizar e a transferir conhecimentos para o homem primitivo,que,por sua vez,manifestou essa passagem através de símbolos estranhos,itens fabricados,estampas e construções...

Mexico

Em vários locais no Chile e noutros países do mundo,frequentemente são descobertos seres pintados(por exemplo em cavernas),que têm vindo a ser interpretado por Arqueólogos,Antropólogos,Pesquisadores e Ufólogos como prova irrefutável da presença de seres de origem extraterrestre.
Entre as diversas descobertas estão;desenhos de pessoas magras,altas,com braços longos;entidades macrocéfalo;entidades que parecem estar levitando,ascensão e queda de homens brilhantes criaturas místicas e muitas outras formas com aparente relação com a humanidade.

Photobucket

Calendário Asteca;num museu do México exibe-se um calendário enigmático de 3,5 metros de diâmetro,com 24 toneladas de peso.Anteriormente,foi totalmente pintado e pendurado em frente do Templo do Deus-Sol e é esculpido em pedra com grande precisão,chamando a atenção para as suas poderosas figuras mitológicas,o resultado de observações astronómicas.Os Astecas foram capazes de deduzir,que o ano consistia de 365 dias,acrescida incluindo o ano bissexto.O estranho é como eles poderiam esclarecer estas crenças,se ao menos houvesse no seu tempo o telescópio,e os instrumentos adequados de matemática.

Photobucket

Linhas de Nazca;Enormes desenhos de animais e figuras humanas surgem nas extensas planícies,de Nazca,no Peru,e só podem ser observados a partir do ar em aviões que atravessam a área com alguma frequência.Acredita-se que eles foram criados pela civilização Nazca para fazer danças religiosas que seguíam o caminho demarcado em cada um dos desenhos,para que eles contemplados pelos Deuses do céu.

Petroglyphs na Quebrada de Camarones;No Norte do Chile,é possível encontrar várias figuras misteriosas estampadas em pedra pelos antigos nómadas,mostrando estranhas criaturas voando,vestidas com roupas que mostram semelhança com os trajes espaciais .

O homem que supervisiona;Próximo à cidade de Cautla,México,Chalco Nahua e tribos que vivem perto do vulcão famoso Popocatepetl,conhecido como"O homem que vigia "pelos residentes,encontam-se histórias fantásticas de avistamentos de Ovnis ligados à presença dos Deuses cósmicos que,ocasionalmente,visitaram o vulcão.

Templo de Tula;Local onde habitavam os índios mexicanos Toltec,quatro deuses estão representados numa pedra majestosa,superior a 10 metros de altura,e que parecem levar nas suas mãos um tipo muito sofisticado de arma,que certas pessoas dizem ser chaves simbólicas

Mapa gravado em pedra;Uma constelação estelar gravada em pedra,está na cidade de Lagoa Santa,Minas Gerais,Brasil.

Inga;É uma cidade no Vale do Paraíba,na Bahia,Brasil,onde existem várias representações da constelação de Orion,que serviu de inspiração para a cultura do Egipto para a construção posterior de suas pirâmides.

O Mundurukus;Karukasaibe era um Deus que,após uma longa estadia na Terra sem se preocupar com os seres humanos,migrou para outras regiões do céu.Há um livro que fornece uma conexão entre o fenómeno UFO e a história chamada "Aliens e Deuses da Amazónia",escrito pelo Professor Antonio Ferreiro, um personagem dedicado ao estudo do folclore em torno de divindades ancestrais.

Photobucket

Tiahuanaco,na Bolívia;É um planalto,de 4000 metros acima do nível do mar.Aqui estão várias rochas espalhadas de monolíticos,testemunhando o trabalho de precisão e de escultura antiga.Uma raridade neste lugar é chamado de "porta monolítico do Sol",que mede cerca de três metros de altura e quatro metros de largura.Em seu centro aparece um suposto Deus voando,rodeado por 48 figuras emolduradas e dispostas em três fileiras.O peso da porta é superior a 10 toneladas. A área foi datada de 600 aC.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

A Mina Perdida do Holandês

Enigmas

A história americana é cheia de episódios de descobertas de ouro,mas nenhuma é tão enigmática quanto "a Mina Perdida do Holandês",situada algures nas montanhas inóspitas de Supertition,no Arizona.Desde 1890,ninguém conseguiu localizar positivamente esta mina.Mas continuam a existir inúmeros aventureiros a procurá-la,com a esperança de descobrir uma fortuna e ouro.Nesta busca já se perderam 20 hombres,para nunca mais serem vistos...

Os indios Apaches foram os primeiros a descobrir a mina.Muito antes aprenderem a temer a fome insaciável do homem branco por ouro,mostraram na sua inocência a descoberta a uns monjes espanhóis,no México.Inevitablemente,os relatos espalharam-se acerca desta rica mina,onde se podia tirar ouro ás mãos cheias,fazendo falar e sonhar os homens cheios de cobiça.Foram inúmeros os homens que realizaram,com éxito expedições á mina,até que,anos mais tarde,esta passou a ser propiedade de um espanhol,D. Miguel Peralta...
Em 1871,o seu neto,também chamado Miguel,comunicou o segredo da mina a dois Imigrantes Alemães,Jacob Waltz e Jacob Weiser,que lhe haviam salvo a vida,numa escaramuça,em Sonora,México.D. Miguel contou aos seus salvadores que os seus antepassados haviam obtido grandes fortunas extraíndo ouro da mina.E para isso, tiveram que valer-se de um exército privado de guardas e de trabalhadores,suficientemente poderosos para que os Apaches não se atrevessem a ataca-los.Mas em 1864,seu pai e os seus homens foram atacados pelos Apaches,numa batalha que durou três dias.Restaram poucos sobreviventes que conseguiram regressar ao México,um deles levava consigo um mapa,onde mostrava a precisa localização da mina.
Nessa época,D.Miguel carecía de dinheiro suficiente para organizar um novo exército de guardas e mineiros capaz de empreender a exploração.Por isso,ele pediu a Waltz e a Weiser que o acompanhassem,junto com um punhado de homens,numa incursão de surpresa ao sítio do ouro,guardado pelos Apaches.Os dois Alemães aceitaram a proposta e pouco depois,ambos,juntos com D. Miguel,regressaram da sua aventura com uma parte do ouro,no valor de 60 000 dólares.Antes de partir para a sua incursão,D. Miguel impôs uma condição;ele iria receber a metade do ouro que conseguiríam arrebatar dos Apaches,mas,quando regressaram ao México,mudou de ideias e selou un novo acordo com Waltz e Weiser,pelo qual os Alemães renunciaríam á sua parte em troca da propiedade da mina.
Mas antes de que Waltz y Weiser conseguíssem regresar á mina,outro homem branco recebeu a revelação da existência da mina.Tratava-se do doutor Abraham Thorne,um médico que havia ajudado alguns Apaches e a fim de retribuir sua bondade,os Indígenas disseram-lhe que o recompensaríam com ouro.Se estivesse disposto a percorrer 30 Km,com eles,deixariam que ele transportasse todo o ouro que conseguisse.
O médico Thorne aceitou a oferta generosa e foi conduzido de olhos vendados a um desfiladeiro,onde o aguardava uma enorme fortuna do rico mineral.
Os Apaches não lhe mostraram a mina,mas,enquanto carregava o ouro nas suas sacas,ele
tomou nota de alguns pontos identificáveis,na paisagem circundante;os restos de um forte de pedras e uma alta e afiada rocha,chamada "Agulha Weaver",localizada a cerca de 1600 metros ao sul donde estava.Ao partir,levava consigo 6000 em ouro e decidiu que íria retornar a esse sítio.Assim um ano mais tarde,levou alguns amigos na expedição que tencionava localizar o desfiladeiro,mas Thorne e os seus amigos foram perseguidos por um terrível ataque dos guerreiros Apaches.
Quando Waltz e Wesier conseguiram finalmente regressar à região do ouro,estavam sozinhos.Encontraram a mina usando como guía o mapa de D. Miguel Peralta e imediatamente começaram a escavar.Mas,certo dia,Weiser ficou sózinho por um momento e quando seu companheiro Waltz regressou,tinha desaparecido...
Restava,como testemunha da sorte que lhe tinha calhado,a sua camisa empapada de sangue,suas ferramentas,rodeadas de flechas dos Apaches,abandonadas np sítio onde tinha trabalhado pela última vez.Rapidamente,Waltz carregou tudo o que podiam conter as suas sacas e o cavalo,e deixou as montanhas Superstitior.
Finalmente instalou-se em Phoenix,onde viveu até 1891.Mas,de alguma maneira milagrosa,seu sócio,Weiser,não morrera no ataque dos Apaches,embora tivesse recebido graves feridas,conseguiu escapar e refugiar-se na casa de um médico,o doutor John Walker.Weiser contou ao médico tudo o que sabia e pagou-lhe a ajuda com o mapa de D.Miguel Peralta.No entanto,Walker não fez uso desse documento,que estava,entre os seus pertences quando ele morreu em 1890.
Quanto a Waltz a sua última visita á mina foi no Inverno de 1890.Viajando sózinho e regressou a Phoenix dois dias mais tarde,com um pequeno saco de ouro.É muito provável que tenha sido o último homem branco que visitou a mina,e pouco depois morreu,levando consigo o segredo da exacta entrada.
Toda a gente de Phoenix acreditava,pelo seu forte sotaque,que Waltz era nativo da Holanda,e por causa disso a Mina foi chamada de,"A Mina Perdida do Holandês".
Mas antes de morrer,Waltz contou a um amigo que o sitio estava localizado numa região tão complexa,que um homem podia estar no centro da mina e não perceber a sua existência,também disse que o filão era extremamente rico e o metal podia ser facilmente separados da rocha.

Enigmas

A Weiser e ele disse que era o suficiente bater nas rochas com os seus martelos para as pepitas caírem nas mãos.A mina tinha a forma de um funil,mas alguém tinha cavado um túnel através da encosta para o fundo da mina para facilitar a extração de ouro. Waltz também confessou que certa vez,durante uma visita que ele e o seu parceiro Weiser lá fizeram,encontraram dois mexicanos,ex-membros de uma das suas expedições, enchendo sacos com ouro e que os mataram com tiros.A mesma sorte tiveram os jovens soldados que,acidentalmente,encontraram o sitio em 1880.
Eles tinham chegado á população mexicana de Pinal com os seus alforjes cheios de pepitas grandes e comentaram que tinham encontrado uma mina,em forma de funil,nas montanhas.Propuseram a um aldeão que os acompanhasse a uma viajem de regresso á mina,para a localizar,valeram-se dos seus conhecimentos militares;fizeram o seu caminho guiando-se pelas trilhas que tinham deixado.Algum tempo depois,seus cadáveres foram encontrados,desnudados,nas montanhas.A princípio,pensou-se que tinham sido vítimas dos Apaches.Mas ao estudar-se as balas encontradas nos corpos, descobriu-se que eram idênticas ás utilizadas pelo exército dos Estados Unidos.
Em 1882,um índio conhecido como Apache Jack relatou os esforços que o seu povo teve,para manter em segredo a existência da mina e esperavam interromper o fluxo dos indesejáveis homens brancos que invadíam o seu território em busca de riquezas.
O Apache,contou que foi confiado aos Peles-Vermelhas a tarefa de encher a mina com pedras,depois a entrada do sitip também foi bloqueada,para além disso,houve um terremoto na região e é muito possível que o movimento tenha destruído os pontos de referência.
Durante os anos que se passaram desde então,muitas pessoas viajaram para as montanhas em busca da mina.Nenhuma delas conseguiu o seu objectivo,e pelo menos 20 morreram na tentativa.Em 1931,Adolph Ruth viajou para as montanhas,depois de comunicar aos seus parentes e amigos que comprara um mapa para a "Lost Dutchman's Mine",a um membro da família de D. Miguel Peralta.Como tardava em regressar,uma patrulha de resgate saiu em sua busca,deparando-se com um macbro espectáculo.Adolp tinha levado dois tiros na cabeça e depois,a sua garganta fora cortada.Num dos bolsos do casaco tinha um pedaço de papel onde estavam escritas várias direcções e uma frase que dizia;"cerca de 60 m. de distância da caverna" e depois a frase em latim ",Vidi,Vici Veni"("eu vim,eu vi,eu venci ").Mas não havia nenhum vestígio do mapa que Adolph Ruth tinha comprado.
Em 1947,na mesma região,encontraram outro corpo com;"eu choro",mas não havia nenhuma indicação do ouro nas imediações,e o assassino não foi apanhado e punido.Talvez um dia algum aventureiro tenha sucesso onde muitos outros falharam.
Em 1912,dois aventureiros encontraram pepitas de ouro num pasto,no mesmo lugar onde o pai de D. Miguel Peralta e os seus homens foram brutalmente assassinados,em 1864. Não muito longe da "Agulha Weaver",uma das referências que surgiam nas histórias sobre a mina,havia provas de muitas escavações.Entre os vestígios de que a mina estava perto,descobriram-se uma grande quantidade de sandálias mexicanas escondidas numa caverna.Mas apesar de todas as pistas e de todas as histórias da enorme riqueza escondida sob a terra continua a honrar o seu nome;"The Lost Dutchman's Mine".

Malta,Santuários Dedicados á Terra Mãe

Europa

O complexo Templo subterrâneo de Tarxien,na ilha de Malta,é um dos maiores monumentos antigos da Europa.Quem o construiu e porque o fez?Qual a sua ligação com outros Santuários da ilha?Fará parte de uma cultura megalítica Europeia?
Em 1902 novas construções eram levadas a cabo em Paola,um subúrbio da capital da ilha de Malta,Valeta.Os operários que partiam a rocha para construírem reservatórios de água descobriram,de repente,a parte superior de uma grande câmara subterrânea.Descendo ás entranhas da Terra,encontraram imensas cavernas interligadas que cotinham inúmeras ossadas humanas.Temendo possíveis atrasos os empreiteiros decidiram silenciar o achado até acabarem as construções e quando o achado veio a lume os estragos eram já imensos.

Europa

Em 1905 e 1911 o pai da arqueologia maltesa,Sir Themistocles Zammit,explorou o lugar de Paola e revelou ao Mundo a existência do Hipogeu(do grego,câmara subterrânea”)de Hal Saflieni,que consiste numa série de mais de 20 cavernas,umas naturais outras feitas pelo homem e interligadas.Uma sequência principal,de grandes câmaras dispostas no sentido Norte-Sul,desembocava no extremo Sul,num Santuário onde uma fachada de m Templo escavado na rocha dava acesso a um Santuário interior.Para um dos lados desta sequência de câmaras ficava o Oráculo.

Europa

Uma estatueta da chamada "Senhora Adormecida" foi encontrada no Hipogeu,numa gruta votiva na qual eram lançadas ofertas em acção de graças tanto pelas consultas do Oráculo,como pela cura de qualquer doença.A "Senhora Adormecida",segundo alguns,é exemplo da prática da incubação;o acto de adormecer num Santuário na expectativa de sonhos proféticos ou de sonhos portadores da cura.
Muitas câmaras pequenas laterais dão entrada a inúmeras grutas e foi nelas que se encontrou a maior parte das ossadas.

Europa

Pertenceu em princípio á mesma tradição das câmaras funerárias da Sardanha,Itália,Sudeste de Espanha e Portugal.Á semelhança das colinas-sepulturas megalitícas encontradas também em Portugal e Espanha,estas câmaras mortuárias do do Mediterrâneo Ocidental foram utilizadas na primeira metade do terceiro milénio a.C.,devendo portanto,ter sido construídas um tempo antes.Mas o Hipogeu de Malta difere daquilo que normalmente se deomina “construção megalitíca”,na qual as superfícies dos grandes blocos de pedra são sempre ásperas,nesta pelo contrário,as paredes eram cuidadosamente polidas.Quem fez isto e como?
Em Tarxien os habitantes adoravam uma Divindade representada por uma“Mulher Gorda”.Sacrificavam-lhe animais e possivelmente consultavam um Oráculo.Muitos estudiosos consideram esta Divindade como a personificação da Terra-Mãe,um culto antigo Mediterrânico.
Os Templos Malteses floresceram durante 800 anos,mas foram abandonados e os seus frequentadores desapareceram.A seca as pragas,a fome e as invasões contam-se entre as causas possíveis deste acontecimento.Seja o que for que fez eclipsar esta civilização,quando os povos da Idade do Bronze chegaram a esta ilha,no terceiro milénio a.C.,encontraram-na vazia.

Europa

Ex-Astronauta Americano Afirma Que Extraterrestres Existem

USA

O astronauta aposentado Edgar Mitchell(que fez parte da missão com destino à Lua Apollo 14,em 1971),afirmou que existe vida extraterrestre e que o governo americano esconde informações sobre o assunto.Segundo o site do jornal britânico"Telegraph", as afirmações foram feitas durante a quinta X-Conference(um encontro anual que reúne ufólogos e outras pessoas que acreditam na existência de discos voadores e formas de vida alienígena),que aconteceu no dia 17 ao dia 19 de Abril.
De acordo com o jornal,o ex-astronauta,hoje com 78 anos,disse:

“Não estamos sozinhos.Nosso destino é tornar-nos parte de uma comunidade planetária.Nós devemos estar prontos para ir além do nosso planeta e além do nosso sistema solar para descobrir o que está realmente acontecendo lá fora.”

Mitchell,que foi piloto do módulo lunar na Apollo 14,também disse que em 1947 tentou investigar o chamado “Incidente Roswell”(um suposto disco voador que teria caído na localidade de Roswell,no Novo México),mas que foi dissuadido pelas autoridades militares.O astronauta,que cresceu na cidade de Roswell,afirmou que na época os moradores;

“foram silenciados pelas autoridades militares que ordenaram que não se falasse sobre essa experiência.”

Ele alegou que tentou buscar as provas que foram colhidas com moradores locais pelo Pentágono.Segundo ele,um oficial do governo(cujo nome não foi citado)havia prometido que descobriria mais informações,mas o seu acesso foi negado quando ele “tentou entrar no trabalho interno desse processo”.Michell afirma que o oficial nega a história.

USA

“Convido a todos aqueles que duvidam;leiam os livros,comecem a compreender o que realmente aconteceu.Porque realmente não há nenhuma dúvida de que estamos sendo visitados”,disse Mitchell.“O universo em que vivemos é muito mais maravilhoso,emocionante,complexo e abrangente do que jamais fomos capazes de entender.”

Em resposta às afirmações de Michell,pela rede americana CNN,um porta-voz da Nasa afirmou que;

“A Nasa não acompanha discos voadores e não está envolvida em qualquer tipo de encobrimento sobre vida extraterrestre neste planeta ou em qualquer outro lugar.”

Stephen Bassett,chefe da Paradigm Research Group(PRG,que sediou a X-Conference este ano,disse à CNN que;

“há um terceiro trilho(na política americana,que é a questão dos extraterrestres.”

A verdade,é que o Universo é imenso e complexo,ainda hoje,estão descobrindo Planetas novos na nossa Galáxia e se assim é,porque não haveriamos de pensar que existem outros seres,que tal como nós,movem-se pela curiosidade e vão visitar outros Mundos desconhecidos e fascinantes?!

O Mistério de Acambaro

Mexico

Oficialmente,sabemos da existência de dinossauros de um pouco mais de dois séculos...Assim,oficialmente,é impossível para os homens que viveram á 3000,4500 e mesmo 6500 anos,fossem capazes de descrever e desenhar figuras de animais que apenas agora estamos a descobrir.Com relação a este dogma,muitas descobertas,como a de Acambaro,são negadas,apesar das evidências da data...porque não correspondem ao que se acredita saber.
Em 1944 Waldemar Julsrud,co-descobridor da civilização do Churicuaro,descobre perto da colina de Toro,milhares de estatuetas de cerâmica de estilo desconhecido.
Esforça-se para despertar o interesse dos cientistas,e da imprensa,mas comete um erro;de acordo com ele,essas figuras onde se vêem homens,na companhia de dinossauros vêm da Atlantida.
De 1945-1946,Carlos Perea,do Museu de Antropologia do México vai ver várias escavações oficiais realizadas pelo Museu Nacional e pelo Museu Americano de História Natural,durante o qual,também,eles encontraram estatuetas de dinossauros.
Em 1952,o arqueólogo americano Charles C. Di Peso visita Julsrud e convencido da autenticidade das peças,quer as comprar para o seu museu.Julsrud recusa porque ele nunca teve a intenção de lucrar com sua descoberta e não quer ver a sua colecção divulgada,antes de ser examinada por arqueólogos.
Em 1954,o governo mexicano envia uma equipa de arqueólogos,liderada pelo Dr. Eduardo Noguerain,cavam noutro local,onde são encontradas mais estatuetas.Após celebrarem a autenticidade do achado,três semanas depois,negam a autenticidade das figuras por causa de representações de dinossauros,demasiado fantásticas para serem verdade!
Entre a verdade e uma carreira arruinada,a escolha é difícil para alguns ...
Em 1955,a primeira visita de Charles Hapgood professor de história e antropologia na Universidade de New Hampshire)em Acambaro,testemunha a escavação e fica convencido da autenticidade da descoberta.
Em 1968,na segunda visita de Charles Hapgood a Acambaro leva algumas amostras para submetê-las aos mais recentes métodos confiáveis de pesquisa;O carbono 14 e a termoluminescência.
3 amostras foram entregues ao Laboratório de Isótopos Inc. de Nova Jersey para serem datados com o carbono 14.
Em 1972,Arthur Young oferece outras amostras para o laboratório da Universidade da Pensilvânia,datado por termoluminescência;
As datas dessas amostras foram uniformes,cerca de 2500 anos aC.
Estas medições científicas são confiáveis.Apesar disso os arqueólogos acham impossível que os homens tenham conhecido os dinossauros!!!!
Em 1990,um arqueólogo independente,Neal Steedy,escolhido arbitrariamente,para as escavações,noutro local mais longe das anteriores.Ele encontra alguns restos de capacetes,mas não estatuetas.Os testes pelo carbono-14 que datam os fragmentos entre 4000 a 1500 anos.No entanto estes dados foram rejeitadas e declarados que esses pedaços não teriam sido capazes de ficar mais de 20 anos no solo.
Porque os Arqueólogos negam tanto a inevitável co-existência entre os primeiros homens e os Dinossauros,se existem factos que indicam isso???

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

O Mistério de Hanging Rock

Australia

Olá a todos,cá estou de novo,depois de uma pequena pausa e neste Novo Ano de 2011...
Vamos todos,de novo ler,aprender e pensar,em histórias e factos de outros tempos-alguns bem distantes-que não se devem perder na memória humana...e como eu digo sempre;"Aprender até morrer...!!!!"A Todos um início de Bom Ano!!!!

Esta estranha história tornou-se um episódio famoso, tão misterioso quanto o caso do navio abandonado, o Mary Celeste. Tornou-se alvo de inúmeras teorias, vários artigos em revistas, pelo menos, dois livros e um filme Picnic at Hanging Rock. Mas como outros mistérios históricos, o que aconteceu em Hanging Rock não é tudo o que parece. A história conta que um grupo de meninas e professoras num carro alugado vão para Hanging Rock(conhecidas por Mount Diogenes,no Victoria Central,Australia) celebrar o seu piquenique anual.
Hanging Rock é uma formação de origem vulcânica e de vários milhões de anos,ergue-se majestosamente a 150 pés acima da planície em que está localizado e culmina com a mistura de pedras e monolitos de equilíbrio que lhe deu o nome.Perto da base da rocha era um bom lugar para comer e descansar,composto por improvisadas mesas de pedra e banheiros adequados e serviço discreto.
O grupo escolar era composto por 19 meninas,principalmente adolescentes e duas professores,Mademoiselle Diane de Poitiers,a mais jovem das duas,professora de francês e dança,e Greta McCraw,de meia-idade escocesa e o professora de matemática . O outro adulto do grupo era Ben Hussey,condutor do veículo alugado pela escola.Mrs. Appleyard,a directora,não fazia parte da expedição.O grupo saiu de madrugada de Sábado para percorrer sete quilómetros,chegaram pouco antes do meio dia.O dia estava ensolarado e quente,e depois de comer a maioria das meninas dormiam tranquilamente à sombra de árvores e pedras.Do outro lado de um pequeno riacho,que corria a partir da parede de rocha,tinha-se instalado um pequeno grupo.Consistido pelo Coronel Fitzhubert(veterano do Exército da Índia,agora aposentado,em climas mais amenos),a Sra. Fitzhubert,o seu sobrinho,o Sr. Michael Fitzhubert e Albert Lacaio Crundall.
Cerca das três horas da tarde,três das meninas mais velhas pediram permissão para explorar o rock.As três jovens,Irma Leopold,Marion Quade e uma menina que é lembrado apenas como Miranda,que tinha dezessete anos e era notada por ser sensata e responsável.Após uma breve discussão entre os adultos (durante o qual observou-se que os relógios de Ben Hussey e Miss McCraw pararam ao meio-dia,foi acordado deixá-las ir.Mais tarde,também deram permissão a Edith Horton,uma menina com menos de quatorze anos,para acompanhá-las.Alertaram as quatro para não subir muito no rock, e evitarem as falésias e grutas,a serem cuidadosas com as cobras,aranhas e outros insectos perigosos.As meninas afastaram-se da zona de piqueniques,atravessaram o riacho e foram vistas às 3:30 da tarde.Albert Crundall e Michael Fitzhubert,que se sentaram ao lado do rio,viram-nas passar,Irma estava na frente,seguida por Marion Miranda e Edith.Albert elogio-as e assobiou e Mike levantou-se com a intenção de acompanhá-las,mas desistiu depois de andar apenas alguns metros,quando desapareceram por detrás de algumas árvores.


Australia

No lugar do piquenique estavam todos dormindo.Cerca de 04:30,Hussey queria reunir todo o grupo.Ele e Mademoiselle de Poitiers descobriram que Miss McCraw faltava também,ninguém a tinha visto sair,mas acreditava-se ter seguido as meninas. O grupo de Fitzhubert tinha acabado de pegar as suas coisas e foram embora. Irritado Hussey começou a procurar as meninas.
Acabou por encntrar ás 5:30,Edith Horton que apareceu no meio de arbustos,surpreendendo-o,do lado sudoeste do rock.Ela gritava histericamente e nada se percebeu do interrogatório.Não havia nenhum vestígio de Miranda,Irma,Marion e a Miss McCraw.À noite,os dois adultos decidiram reunir as garotas restantes e voltar para a escola.No caminho de volta,parou na estação Woodend,onde Hussey informou sobre o que aconteceu ao agente Bumpher.
No dia seguinte,Domingo,iniciou-se uma busca activa para as mulheres desaparecidas. Pensou-se que as meninas e a sua professora simplesmente se tinham perdido na mata, a polícia recorreu a um número de voluntários,entre os quais Albert Crundall e Mike Fitzhubert e procuráram-nas nas rochas.Esta não foi uma tarefa fácil,como Hanging Rock é uma área traiçoeira,cheia de grutas e abismos(tradicionalmente acreditavam que não havia fim)e coberto com mato grosso.Depois de um dia de buscas,nada foi encontrado.
Enquanto isso,o médico de Woodend,Dr. McKenzie,examinou Edith Horton.Pareceu ter sofrido uma leve contusão e tinha inúmeros cortes,arranhões e hematomas devido à sua corrida no mato,mas sem ferimentos graves.Ela não conseguia se lembrar de nada do que vivera anteriormente,na rocha.No entanto,na semana seguinte,na Quarta-feira,foi interrogada pelo agente Bumpher,que revelara que,vira Miss McCraw que se dirigia para o rock.Ela viu a certa distância,a professora que não ouvira os gritos de Edith.
A busca continuou por vários dias enquanto a polícia questionou sistematicamente todas as testemunhas.O jovem Michael Fitzhubert parecia o mais suspeito no caso como ter feito algum acto indecente,como tinha sido a última pessoa que viu as meninas e admitiu que tinha começado a segui-las.No entanto,não havia outra indicação de que ele tinha sido responsável pelo desaparecimento das meninas e, possivelmente,devido à pressão dos Fitzhubert influentes,a polícia abandonou essa parte da investigação. Na Quinta-feira após a excursão,a polícia usou um tracker aborígene e um cão.Deram uma roupa de Miss McCraw a cheirar ao bloodhound,seguiram,depois,por uma trilha que ascendeu ao rock,depois parou,com o seu pêlo erriçado,rosnando cerca de 10 minutos, numa plataforma circular a meio caminho para o topo,mas não encontraram nenhuma pista concreta.Convencido de que ninguém poderia ter sobrevivido por tanto tempo,a polícia decidiu abandonar a investigação.
No dia seguinte,Sexta-feira,Mike e Albert decidiram investigar por conta própria.Ao final do dia sem encontrar nada,Mike decidiu passar a noite na rocha.
Albert voltou para a residência do coronel Fitzhubert e desculpou Mike.Na manhã seguinte,quando voltou ao rock,seguiu a trilha de Mike e encontrou-o inconsciente,no solo e com um tornozelo severamente torcido.Mike foi levado para casa e visitado pelo Dr. McKenzie,Albert encontrou num bolso de Mike uma nota escrita à pressa e que,apesar da sua inconsistência,verifica que Mike tinha encontrado algo na rocha. Na manhã de Domingo,foi realizada uma investigação aprofundada e,para sua surpresa, os pesquisadores encontraram Irma Leopold.
Ela estava inconsciente,sofrera vários derrames e pequenos cortes na cabeça e as unhas foram quebradas,seus pés estavam descalços,limpos e sem marcas.Quando ela recobrou a consciência,não conseguia lembrar-se de nada do que tinha acontecido.E aqui a história termina...Irma não podia dizer nada sobre o que tinha acontecido, Miranda,Marion e Miss McCraw nunca mais foram vistas.Após o episódio,o Colégio Appleyard foi fechado.Vários meses depois,Mrs. Appleyard foi a Hanging Rock sozinha. Seu corpo foi encontrado mais tarde,ao pé de um precipício.
O mistério de Hanging Rock provocou especulações intermináveis.Para aqueles que não estão dispostos a aceitar uma explicação paranormal,existem duas possibilidades.As meninas podem ter-se perdido e morrido na rocha devido às condições meteorológicas. Seus corpos poderiam permanecer escondido nos arbustos ao pé de um precipício,ou numa caverna,onde podiam ter caído,ou terem sido devoradas por animais,insectos e bactérias(que acontece muitas vezes na floresta da Austrália).Mas se assim foi,porque não apareceram s corpos?
A amnésia de Edith pode sido devido à histeria ou a uma queda,que de Irma,a experiência traumática de ser separada de outros,e sobrevivido apenas uma semana.
A segunda possibilidade é que as meninas foram vítimas de crime.Teoria que tem sido sugerida,que Mike e Albert podem ter raptado as meninas(depois de assassinar Miss McCraw)e as manterem escondidas para fins sexuais.
Outra teoria é que as meninas foram capturados por um OVNI,o rock pode ter sido uma base intergaláctica,como Devil's Tower,em Wyoming no filme "Contactos Imediatos do Terceiro Grau"(1977).
A presença de um OVNI poderia explicar o facto de que os relógios tivessem parado. Outra teoria é que as meninas poderiam ter feito algo parecido com uma viagem no tempo,mudando-se para outra época do passado ou futuro.
Bem o que aconteceu na verdade,não o sabemos e talvez,nunca o saibamos...