terça-feira, 29 de novembro de 2016

As Ruinas Romanas de Miróbriga

 photo l_1008cf35e9b6e391d7251eeefd537c5a_zps5a57bcc6.gif
"Hipocaustum" é a zona inferior da construção dos balneários Romanos, criada sob os pavimentos pelas "suspensurae". É através deste sistema de aquecimento numa Câmara Subterrânea onde circula ar quente produzido numa fornalha ou "Praefurnium" que os Balneários, públicos ou privados, podiam ter as zonas tépidas, o "Tepidarium" e aquecidas, o "Caldarium".

Estas que se vêm aqui são as Ruínas Romanas de Miróbriga e estão situadas nas proximidades da cidade de Santiago do Cacém.
Desde 1940 que o extenso complexo arqueológico encontra-se classificado como Patrimonio Nacional.
Em 1982, este complexo passou a estar ligado ao Instituto Português do Património Arquitectónico e Arqueológico.
A primeira notícia conhecida sobre as ruínas de Miróbriga data já do século XVI, época em que o Humanista André de Resende a elas se referiu como sendo uma Povoação outrora chamada "Merobrica".
Esta sua afirmação baseava-se em Plínio, um Historiador Romano do séc.I, que situa "Niróbrica" entre a antiga "Salácia" (Alcácer do Sal) a "Lacobriga" (Lagos).Plínio assinalou Miróbriga como um “Oppidum Estipendiário”, ou seja, um Povoado fortificado sem qualquer privilégio e que pagava Imposto.
Mas foi apenas no século XIX que, sob o patrocínio do Bispo de Beja, que viria mais tarde a tornar-se no Arcebispo de Évora, D. Frei Manuel do Cenáculo,que estes terrenos foram objecto de escavações.
Segundo as pesquisas acredita-se que a ocupação do cerro de Miróbriga remonte pelo menos, ao séc. V-IV a.C.,mas no entanto, é possível que, já no final da Idade do Bronze, Miróbriga se encontrasse habitada.

No século II a.C., mais precisamente, em 133 a.C., quando ocorreu a campanha militar de D. J Brutus, os habitantes de Miróbriga já se encontravam sob a influência de Roma, ou pelo menos eram um Povo colaborante.
No período das guerras entre Pompeu e César, que se saiba, não existem referências sobre este povoado.
As Ruínas Romanas de Miróbriga, estão situadas nas proximidades da cidade de Santiago do Cacém (Autor: alentejolitoral.pt)
As Ruínas Romanas de Miróbriga, estão situadas nas proximidades da cidade de Santiago do Cacém (Autor: alentejolitoral.pt)
No entanto, é provável que os habitantes de Miróbriga apoiassem, por questões de fidelidade, as forças militares de Pompeu, uma vez que no século I a.C., Plínio assinalou Miróbriga como um “oppidum estipendiário”, ou seja, um povoado fortificado sem qualquer privilégio e que pagava imposto.
Mais tarde, já na época da dinastia dos Imperadores Flávios é possível que Miróbriga tenha recebido o estatuto de direito Latino ou Romano, confirmando assim uma integração plena dos seus habitantes na cultura, economia e Sociedade Romana.
Ao que parece, Miróbriga foi um Povoado sem uma estrutura urbana romana. foi no entanto nesta época que se iniciou a transformação urbana, envolvendo a construção do Forum e do Templo,provavelmente Dedicado  a Venus.
Posteriormente, as obras de urbanização de Miróbriga continuaram no período da Dinastia dos Antoninos, inicialmente com a construção das Termas Este e depois com as Termas Oeste.
Apesar de não haver certezas sobre este assunto, pensa-se que foi a partir do século IV d.C. que a cidade começou a entrar lentamente em declínio, acompanhando o processo que ocorreu com grande parte das Cidades do Império.

No século VIII d.C., quando das invasões muçulmanas ocorridas na região. a Cidade de Miróbriga já estava abandonada, sendo que estes passaram a ocupar o cerro próximo, onde hoje se localiza o Castelo Medieval.
 photo l_1008cf35e9b6e391d7251eeefd537c5a_zps5a57bcc6.gif

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Será Que Entre 10 a 20 Anos Podermos Conhecer Vida Noutro Planeta?

 photo l_1008cf35e9b6e391d7251eeefd537c5a_zps5a57bcc6.gif
" Os Extraterrestres não nos visitaram porque eles se destruíram
É improvável que os seres humanos se encontrem com extraterrestres porque qualquer civilização alienígena está destinada a desaparecer logo depois de se desenvolver"-estima o físico britânico e apresentador Brian Cox citado pelo Daily Mail.

Realmente????Como um Cientista pode afirmar isto,se cada vez mais temos relatorios,no Mundo inteiro, de encontros ou vizualizações do mesmos?É por estas coisas que a nossa Ciencia,está a perder muitos factos importantes da Historia Humana,tentando fechar os olhos das pessoas...é o negar das evidencias!!!
Felizmente nem todos são como este Cientista,muitos Estudiosos tentam aprofundar mais o que se conhece e o que se desconhece!!!

Por exemplo,Especialistas da NASA acreditam que existem 100 milhões de mundos na nossa Via Láctea que possam abrigar vida Extraterrestre e que em duas décadas a Humanidade poderá descobrir a sua existência.
E para isso numa conferência na sua sede em Washington, representantes da NASA apresenttaram um plano para a busca de vida Extraterrestre usando Telescópios de Tecnologia actuais. Está previsto  em 2017 o lançamento do Telescópio Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS), que vai operar em conjunto com o Telescópio Espacial James Webb, que será lançado em 2018, e que vai ajudar a discernir se qualquer um desses bilhões de Planetas têm uma hipotese de sugerir vida.

"O que não sabíamos há cinco anos é que talvez entre 10 e 20 por cento das Estrelas á nossa volta têm Planetas do tamanho da Terra e que estão na zona habitável", disse Matt Mountain um dos Cientistas que prepararam o lançamento do Telescópio James Webb. "Está ao nosso alcance conseguir uma Descoberta que vai mudar o Mundo para sempre."

"Eu acho que em 20 anos vamos descobrir que não estamos sozinhos no Universo," continuou o Astronauta Kevin Hand,que pensa que Europa, um dos Satélites de Júpiter, poderia abrigar vida.
 photo l_1008cf35e9b6e391d7251eeefd537c5a_zps5a57bcc6.gif

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Cascadia,O Outro Continente Perdido

 photo l_1008cf35e9b6e391d7251eeefd537c5a_zps5a57bcc6.gif

"Certo dia há muito tempo, enquanto o povo dormia,quando nascia o Sol foi  disparado um raio flamejante através dos céus que explodiu em milhares de fragmentos e que caiu na Terra. As pessoas acordaram do seu sono sobressaltadas pelo estrondo e tremor da Terra. O céu acima deles estava em chamas,as águas dos lagos e oceanos subiram e logo as ondas se tornaram montanhas de água que se erguiam contra as praias. O sol encobriu-se e a escuridão cobria a Terra. Aterrorizados, o povo correu para as colinas para fugir da água. Durante dias a terra retumbou e tremeu. Torrentes de chuva começaram a cair tão ferozmente que transbordou os riachos e os rios. As pessoas que conheciam uma caverna no alto da montanha fugiram para lá e se salvaram; Todos aqueles que ficaram para trás morreram afogados. Choveu por um longo, longo tempo, até que todos os vales e terras baixas tornaram-se num mar agitado. Somente os cumes das montanhas mais altas permaneceram descobertos, onde o povo sobrevivente,via os inúmeros corpos nas ondas e depois se afundavam nas suas sepulturas de profundezas desconhecidas.
E então uma chuva de cinzas começou a cair ..."

A maioria das pessoas já ouviu falar dos Lendarios Continentes perdidos da Atlântida e da Lemúria.
Desde o início do século, os escritores da História Lendaria têm estado ocupados seguindo uma trilha intrigante de curiosidades Históricas e Arqueológicas que sugerem a existência de uma Civilização  que foi aniquilada por algum tipo de cataclismo pré-histórico e praticamente apagada da memória humana.

A narração soa como uma das descrições incontáveis ​​que relatam a queda da Atlantida ou da Lemuria num Dilúvio...mas esta é, na verdade, uma descrição de um cataclismo que devastou o Noroeste do Pacífico durante os tempos pré-históricos, e foi registrado nas Tradições orais dos Nativos Norte Americanos.
As Lendas de Cascadia tipicamente incorporam algum elemento de informação Histórica e Cultural. As Tradições Nativas Americanas delegavam a História da Tribo ao contador de Histórias, o que era um papel muito importante. As descrições da paisagem e dos seres Mitológicos abstratos costumam ser referências e características geológicas reais  além de eventos históricos que foram testemunhados durante tempos pré-históricos - como a erupção do Monte Mazama sendo Mitificada num conto Indio Klamath sobre uma Batalha explosiva entre Skell e Llao, que formou Crater Lake e alterou as características da paisagem.
"Quando "O Chefe do Mundo Abaixo" subiu da sua cabana abaixo da montanha,a sua forma alta se erguia acima dos picos nevados.
Rochas quentes e tão grandes quanto as colinas se precipitaram pelos céus. Cinzas ardentes caíram como chuva ... Como um oceano de chama devorou ​​as florestas nas montanhas e nos vales ... até chegar à casa do povo. Fugindo de terror, o povo encontrou refúgio nas águas do lago Klamath.
Mais uma vez, a montanha tremeu ... o Chefe do Mundo Inferior foi levado para a sua casa, e o topo da montanha caiu sobre ele ... a montanha alta tinha desaparecido.
Por muitos anos, a chuva caiu em torrentes e encheu o grande buraco que foi feito quando a montanha caiu sobre o Chefe do Mundo Abaixo."

 Os detalhes descritivos da Batalha Cosmológica entre Skell e Llao observam notavelmente paralelos geólogos conta da erupção do Monte Mazama. A Lenda de Crater Lake deve ter sido dito há mais de 7.000 anos atrás por aqueles que testemunharam, e a Lenda destaca-se como evidência de que as Tradições orais podem ser preservadas com precisão e transmitidas por milhares de anos, sem se tornar tão distorcida que eles perdem o seu significado original.
Alguns cientistas acreditam hoje que descobriram a evidência de um cataclismo pré-histórico, possivelmente causado por um impacto de um Cometa, ou uma explosão Solar maciça.

Nos meus estudos á muitos anos,já tinha lido algo referindo Sobre este Continente,mas muito pouco se conhece sobre ele,pois não existem escritos como a Atlantida e alguns da Lemuria...mas com tanta Tecnologia avançada e tantas descobertas Arqueologicas em todos os Continentes,pode ser que se descubra algo...quem sabe???
Não percam os proximos Posts,Subscrevam o Blog,obrigada!!!
Boa Tarde Amizades!!!
 photo l_1008cf35e9b6e391d7251eeefd537c5a_zps5a57bcc6.gif

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

A Famosa Pirata Jacquotte Delahaye



Jacquotte Delahaye teria vindo de Saint-Domingue no Haiti actual, e era filha de um pai Francês e mãe Haitiana. 
A sua mãe morreu dando à luz seu irmão, que sofreu dano cerebral leve e, como resultado, teve uma deficiência intelectual. Algum tempo depois,o seu pai,foi assassinado, deixando-a  sozinha cuidar do seu irmão sem meios para apoiá-los. Num esforço para cuidar de ambos, a jovem voltou-se para a Pirataria.

Por algum tempo, ela navegou ao lado de Anne Dieu-Le-Veut. Para fugir da lei, Jacquotte fingiu a sua própria morte, continuando disfarçada como homem. Eventualmente, ela foi descoberta, mas continuou disfarçada. Parecendo voltar de repente da tumba, com os seus cabelos ruivos, ela recebeu o apelido de "De Volta da Morte Vermelha".

Ela foi descrita como uma mulher com "compaixão e astúcia em igual medida com algum ouro  no seu coração".
Ela liderou centenas de Piratas e, com a sua ajuda, assumiu uma pequena ilha do Caribe (1665) chamada "Freebooter Republic".
Ela morreu num tiroteio ao defender a sua "Republica".

Jacquotte era bastante inteligente com habilidade para a estratégia. Era firme nas suas crenças, teimosa, especialmente quando estava irritada. Mesmo se ela estivesse errada, ela teria relutância,em reconhecer a sua culpa. Tinha enorme habilidade  para ler as pessoas, intuitivamente percebendo o que o outro poderia fazer (atacar, correr, etc.) ou sentir (emoções, etc.).
Ela confiava nos seus companheiros de Tripulação e Aliados, até certo ponto, mas não totalmente.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

O Primeiro Rei Normando Inglês...




Guilherme(William) I nasceu em Ruão,a 9 de Setembro de 1087, chamado de Guilherme, o Conquistador e algumas vezes de Guilherme, o Bastardo, foi o primeiro rei Normando da Inglaterra, que reinou de 1066 até á sua morte em 1087. Era descendente dos invasores Vikings, tinha sido Duque da Normandia desde 1035. Depois de uma longa luta para estabelecer o seu poder em 1060, seu domínio sobre a região Francesa firmou-se e  iníciou a Conquista Normanda da Inglaterra em 1066. O resto de sua vida foi marcado por lutas para consolidar o seu Reino e por dificuldades com o seu filho mais velho.

Era filho de Roberto I, Duque de Normandia, e da sua amante Arlete. Sua posição como filho ilegítimo e a sua juventude causaram-lhe algumas dificuldades depois que sucedeu ao seu pai, assim como a Anarquia que assolou os primeiros anos de seu governo. Durante asua infância e adolescência, membros da Aristocracia normanda lutaram entre si, tanto para ter o controle sobre o jovem Duque como para seus próprios fins. Em 1047, Guilherme esmagou uma rebelião e começou a estabelecer a sua autoridade sobre o Ducado, um processo que não ficou completo até cerca de 1060. O seu Casamento no início da década de 1050 com Matilde de Flandres forneceu-lhe um poderoso aliado no Condado vizinho de Flandres. Na época do seu casamento, o Duque providenciou as nomeações dos seus partidários como Bispos e Abades na Igreja Normanda.A sua consolidação no poder permitiu-lhe expandir  os seus horizontes, e em 1062 foi capaz de garantir o controle do Condado vizinho de Maine.

No final da década de 1050 e início da década de 1060, o Duque tornou-se um candidato ao Trono da Inglaterra, então mantido pelo sem descendentes Eduardo, o Confessor, seu primo em primeiro grau. Havia outros potenciais pretendentes, incluindo o poderoso Conde Inglês Haroldo Godwinson, que foi nomeado o próximo Rei por Eduardo no seu leito de morte em Janeiro de 1066. Argumentou que o falecido Rei tinha prometido anteriormente o Trono para ele, e que Haroldo tinha jurado apoiar sua reivindicação. Guilherme construiu uma grande frota e invadiu a Inglaterra em Setembro de 1066, decisivamente derrotando e matando Haroldo na famosa Batalha de Hastings em 14 de Outubro de 1066. 
Depois de mais alguns esforços militares, o Duque Normando foi coroado Rei no dia de Natal de 1066, em Londres. 
Diversas rebeliões sem sucesso seguiram-se, mas em 1075 o domínio de Guilherme na Inglaterra era  assegurado, permitindo-lhe passar a maior parte do resto de seu Reinado no Continente.

Guilherme morreu em Setembro de 1087 enquanto liderava uma campanha no Norte da França, e foi sepultado em Caen. Seu Reinado na Inglaterra foi marcado pela construção de Castelos, o estabelecimento de uma nova Nobreza Normanda sobre as terras, e a mudança na composição do Clero Inglês. Ele não tentou integrar os seus vários domínios num Império, mas em vez disso continuou a administrar cada parte separadamente. As terras de Guilherme foram divididos após a sua morte;a Normandia foi para o seu filho mais velho, Robert, e o seu segundo filho, Guilherme, recebeu a Inglaterra.

Algumas Curiosidades Sobre o Rei...

-O Duque Guilherme da Normandia,um Bastardo Descendente dos Vikings(Sucedeu a seu Pai,ainda criança),não era para Brincadeiras.Convicto de que lhe fora Prometido o Trono de Inglaterra,mostrou-se pronto a Lutar pelo que lhe Pertencia.O seu Exito ligou o Destino de Inglaterra a França durante os 500 anos seguintes.

-A Historia da Conquista de Inglaterra pelos Normandos está narrada na “Tapeçaria de Bayeux”,um bordado de 70 m.de comprimento que foi feito pouco Tempo depois após a Conquista.Aí se podem ver mais de 70 cenas que vão da preparação da Frota até á Fuga dos Ingleses do Campo de Batalha.

-Guilherme,o Conquistador,foi Coroado Rei de Inglaterra na Abadia de Westminster,no dia de Natal a 1066.

-Guilherme morreu num Acidente com o seu Cavalo,ao pisar umas Cinzas muito quentes,este ultimo assustou-se e derrubou-o no chão.Guilherme morreu das Queimaduras passado pouco Tempo.

-Dois dos Filhos de Guilherme,Guilherme II,o Ruivo(1056-1100) e Henrique I(1068-1135),também foram Reis de Inglaterra.O mais velho,Robert,tornou-se Duque da Normandia,mas foi Deposto por Henrique.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

O Templo Indu Kailasa

 O Kailasa ou o Kailasanatha( uma das maravilhas das Cavernas Ellora)foi projectado  para recordar o Monte Kailash, a residência do  Deus Shiva  e foi cinzelado com uma única rocha,cobre dobro da área do Parthenon,em Atenas,é o maior monolito do Mundo
Inicialmente o templo foi coberto com gesso branco, aumentando ainda mais a semelhança com a neve que cobre o Monte Kailash.
Ellora é um local arqueological a 30 km. da cidade de Aurangabad no estado indiano de Maharashtra construído pelos governantes de Rashtrakuta.
Bem conhecida pelas suas cavernas monumentais, Ellora é um Patrimônio da Humanidade. Ellora representa o epítome da arquitectura de rocha Indiana. As 34 "Cavernas"(na verdade são estruturas escavadas na face vertical das colinas Charanandri)são  12 Budistas, 17 Hindu e 5 Jain, Templos e Monastérios, construídas entre o séc. 5 e 10 séc. e demonstram a harmonia Religiosa durante este período da História Indiana.